Conheça o músculo psoas


Psoas: o músculo mais vital de seu corpo


Pouco conhecido pela maioria das pessoas, o psoas é um dos músculos responsáveis pela estabilização da coluna lombar e quadril. Você já ouviu falar em Psoas? Se você pratica Pilates com certeza já ouviu o seu instrutor falar bastante. Este é o nome do músculo super espesso que se conecta de sua coluna lombar ao fêmur. Sua ação primária é a flexão do quadril (puxa o tronco em direção à coxa) e secundariamente ajuda na rotação lateral do quadril.


Onde fica o Psoas?

O músculo Psoas tem origem na coluna lombar e se liga ao músculo ilíaco na pelve, estendendo-se até a parte anterior da coxa. É ele quem faz a ligação entre a coluna vertebral e os membros inferiores.

Como se vê na imagem abaixo, o Psoas está localizado atrás dos grandes músculos abdominais, dos órgãos do sistema digestivo e reprodutor, de artérias e veias no núcleo do esqueleto e no nosso centro gravitacional. Ele cria uma espécie de base muscular na qual os rins e as glândulas suprarrenais passeiam.


Por que o Psoas é tão importante?

Estruturalmente, os músculos do Psoas são os mais profundos do núcleo e são os únicos que ligam a coluna vertebral às pernas. Sem este grupo muscular essencial, você nem conseguiria sair da cama pela manhã.


Considerados os mais importantes do nosso corpo, esses músculos estão envolvidos nos movimentos diários mais comuns, tais como correr, andar de bicicleta, dançar ou simplesmente levantar do sofá. Também influenciam a postura e ajudam a estabilizar a coluna vertebral.

Além disso, os músculos do Psoas dão apoio aos órgãos internos e funcionam como bombas hidráulicas, permitindo que o sangue e a linfa sejam empurrados para dentro e para fora das células. Outra função importante é que o Psoas, quando saudável, não só estabiliza a coluna vertebral como forma um bom suporte para os órgãos abdominais.


“Sua inibição e encurtamento repercute na flexibilidade e na mobilidade quadril, além da mobilidade e estabilização do segmento vertebral”, afirma o Dr. Luiz Pimenta.


Nos casos de doenças degenerativas da coluna vertebral, é necessário o tratamento cirúrgico com artrodese da coluna. O músculo psoas é um importante reparo anatômico para a realização da técnica de artrodese* por via lateral minimamente invasiva, chamada de XLIF.


De acordo com o especialista do IPC, “a travessia romba da musculatura do psoas oferece um acesso direto ao disco intervertebral, com a possibilidade de realização de técnicas de artrodese interssomática, por meio da colação de espaçadores (cages) no espaço discal, com mínima agressão aos músculos e tecidos adjacentes da coluna”.


* Cirurgia para conectar permanentemente duas ou mais vértebras, com objetivo de eliminar movimentação dolorosa local e/ou substituir o disco intervertebral doente ou degenerado.


#XLIF #musculopsoas #colunavertebral #colunalombar #xlif #discoinvertebral #artrodese #técnicasdeartrodese #espaçodiscal


     LINKS RÁPIDOS

Dicas

Dia a Dia

Vídeos

Editorial - Quando operar?

 

REDES SOCIAIS

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • YouTube - Círculo Branco
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone SoundCloud

     CONSULTÓRIO

Rua Vergueiro,1.421, Sala 305 Torre Sul 

Paraíso São Paulo/SP

Cep. 04101-000


 

(11) 2936.8838 

(11) 5571.9933

Dr. Luiz Pimenta – Especialista em Cirurgia da Coluna Minimamente Invasiva

Visite também: IPC - Instituto de Patologia da Coluna - Cirurgia e Tratamento da Coluna

©Copyright © 2019. Dr. Luiz Pimenta                                                                                                                                                                                        Developed by ANBInfo