Quarentena pode contribuir para o aparecimento de dor nas costas


https://www.vidaativa.pt/dor-nas-costas-no-lado-esquerdo/

O Perigo de permanecer muito tempo sentado ou deitado durante o dia.


Neste período de quarentena, quem não tem o costume, acabou reduzindo ainda mais o hábito de estar em movimento.


Quem tem o costume de praticar atividades físicas regularmente, hoje se vê limitado.

Qual alternativa você tem escolhido para se manter em movimento e com a saúde em dia?


As buscas no Google por “dor nas costas” dispararam no final de abril. Também apresentaram um crescimento repentino as buscas pela frase acompanhada das palavras “Covid”, “coronavírus” e “sintoma”.

Contudo, a dor nas costas não faz parte dos sintomas do coronavírus, representados por febre, tosse e dificuldade de respirar, entre outros.


O isolamento social pode reduzir o nível de atividade física, bem como elevar os níveis de ansiedade e piorar a qualidade do sono. Todos esses fatores contribuem para o surgimento ou persistência da dor lombar


Mesmo sem poder frequentar academia, centros de fisioterapia e sair de casa para se exercitar ao ar livre é possível cuidar da coluna durante o isolamento social adotando as seguintes medidas:

  • Evitar permanecer deitado por muito tempo durante o dia

  • Alongar diariamente pescoço, braços, tronco e pernas

  • Não deixar o serviço doméstico acumular e fazê-lo de uma só vez

  • No home office ou estudos, não ficar sentado por mais de 40 minutos seguidos

  • Dormir bem e o suficiente para repor as energias

  • Evitar ficar tenso diante do estresse e ansiedade provocados pelo momento

Exercícios que podem ser feitos em casa


Modalidade 1 - exercícios resistidos:

  • Flexão de braços no chão

  • Agachamento

  • Abdominal

  • Prancha

Modalidade 2 - exercícios aeróbicos:

  • Pular corda

  • Fazer um percurso de caminhada dentro de casa

  • Corrida - pode ser em um corredor ou no quintal de casa, se houver espaço


Antes de iniciar e ao terminar os exercícios, deve-se alongar pescoço, tronco, braços e pernas.


Home office

Estudar e trabalhar em casa durante o isolamento social pode ser mais desgastante que o normal, principalmente se a pessoa não tiver um ambiente agradável e confortável. Para evitar um maior desconforto:


  • Fazer uma pausa de 5 minutos a cada 40 minutos

  • Deitar por 5 minutos a cada hora trabalhada também ajuda a liberar a tensão muscular

  • Preparar o corpo antes de iniciar o expediente, alongando braços e pernas

  • Alongar ombros, punhos e panturrilhas

Serviço doméstico

Durante o isolamento social, as pessoas podem passar mais tempo realizando afazeres domésticos. Muitas delas, contudo, podem não estar acostumadas com esses afazeres.


As tarefas domésticas devem ser feitas regularmente para que não se acumulem em um só dia, sobrecarregando a musculatura da pessoa após limpar a casa.


A pessoa também deve prestar atenção nas tarefas que exigem que posicionemos os braços afastados do tronco, como varrer, esfregar e lavar. Também deve-se prestar atenção para não passar muito tempo seguido em pé realizando uma atividade, o que sobrecarrega a região lombar.

Nestes casos, alongar a musculatura envolvendo a região dolorida auxilia no alívio das dores musculares e lombar.


Fontes: https://g1.globo.com/bemestar/viva-voce

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/04/01/o-que-fazer-para-nao-acabar-com-a-sua-coluna-no-home-office.htm

https://veja.abril.com.br/saude/dor-nas-costas-como-evitar-um-dos-problemas-mais-comuns-da-quarentena/


36 visualizações

     LINKS RÁPIDOS

Dicas

Dia a Dia

Vídeos

Editorial - Quando operar?

 

REDES SOCIAIS

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • YouTube - Círculo Branco
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone SoundCloud

     CONSULTÓRIO

Rua Vergueiro,1.421, Sala 305 Torre Sul 

Paraíso São Paulo/SP

Cep. 04101-000


 

(11) 2936.8838 

(11) 5571.9933

Dr. Luiz Pimenta – Especialista em Cirurgia da Coluna Minimamente Invasiva

Visite também: IPC - Instituto de Patologia da Coluna - Cirurgia e Tratamento da Coluna

©Copyright © 2019. Dr. Luiz Pimenta                                                                                                                                                                                        Developed by ANBInfo