Quais são os sintomas de problemas na coluna?


Sempre que achamos algum incômodo em nossas costas, precisamos acompanhar com cuidado, pois essas dores podem ser sintomas de problemas na coluna mais sérios.

Manter uma rotina de exercícios de alongamento e fortificação da musculatura paravertebral é essencial para o bom funcionamento da coluna.


Dor na coluna: sinais de alerta que você precisa ficar atento


Confira os principais sinais que, caso persistam por muito tempo, devem despertar sua atenção para cuidar da saúde da sua coluna:

  • enxaquecas (dor de cabeça frequente e consistente);

  • cansaço demasiado;

  • dores no pescoço;

  • dores nos ombros;

  • dores em qualquer região das costas;

  • dores na lombar e que podem se estender para as pernas;

  • fraqueza nos membros inferiores ao caminhar ou levantar;

  • formigamentos nos membros superiores e inferiores;

  • perda do tônus e controle da bexiga e intestinos;

  • aumento do estresse.


Quais são os principais tipos de problema na coluna?

Os problemas na coluna podem ocorrer em pessoas de qualquer idade e com diferentes condições de saúde. Conheça quais são os principais deles a seguir.


Escoliose

Definida como a curvatura anormal da coluna para um dos lados, a escoliose é classificada como de menor ou maior gravidade, de acordo com a extensão da torção, e pode ser dividida em três diferentes classes:

  • congênita: quando ocorre problemas de formação nas vértebras e costelas durante o desenvolvimento do feto;

  • neuromuscular: desencadeada por paralisias ou fraqueza dos músculos;

  • idiopática: devido ao crescimento acelerado dos ossos, comum na adolescência e sem causa conhecida.

Cifose

Também chamada de hipercifose ou, simplesmente, corcunda, essa doença é definida como a curvatura da coluna na região superior das costas. Além do prejuízo estético, a cifose também provoca dores e cansaço.


Hiperlordose

A hiperlordose é caracterizada pelo desvio acentuado da curvatura lombar, que compromete a mobilidade e resulta em dores incômodas na região.


Artrose

Mais frequente entre as pessoas mais idosas, a artrose é uma das principais causas de reumatismo e acontece por causa do desgaste das cartilagens e dos ossos nas articulações.

Além do enfraquecimento dos tecidos que compõem as vértebras, a doença também provoca dores fortes e dificuldades para movimentar as costas.


Hérnia de disco

A hérnia de disco é caracterizada pela pressão excessiva das vértebras sobre o disco intervertebral, o que provoca o seu abaulamento. Dependendo do lugar onde ela se desenvolve, a hérnia pode ser classificada como:

  • hérnia de disco cervical: que ocorre na região do pescoço;

  • hérnia de disco torácica: que se desenvolve no meio das costas;

  • hérnia de disco lombar: que acontece na região inferior da coluna.

Entre os seus sintomas marcantes estão dores intensas, sensação de queimação e dormência nas costas.


Cervicalgia

Conhecida também como torcicolo, a cervicalgia é uma doença que afeta as vértebras cervicais e que pode causar dores agudas ou crônicas, dependendo da intensidade e duração do quadro do paciente.


De que forma prevenir esses problemas?

Como já diz o ditado: “é melhor prevenir do que remediar”. Confira, na sequência, algumas dicas para evitar os problemas na coluna.


Melhore sua postura

Ter uma postura correta é essencial para prevenir os problemas na coluna e evitar que eles evoluam para condições mais graves. No trabalho, se você passa boa parte do tempo sentado, procure manter os pés sempre apoiados no chão e permita que as coxas toquem o máximo de espaço do assento.


Evite cruzar as pernas e mantenha a coluna ereta — essa é uma prática que também deve ser observada ao caminhar, sem deixar os ombros pesarem para a frente. A cadeira e mesa também devem ser confortáveis e compatíveis com o seu tamanho.


Alongue-se e pratique atividades físicas

A prática de exercícios localizados costuma ser muito eficiente para prevenção e tratamentos de alguns tipos de dores nas costas. Os alongamentos e a repetição de movimentos específicos para região são os que mais ajudam.

Todavia, é imprescindível estar acompanhado de um profissional da área, devidamente qualificado, para orientar sobre a execução correta dos exercícios. Ademais, fazer uma consulta com médico ortopedista para diagnosticar o quadro também é muito importante.


Como proceder caso apresentar algum sintoma?

Como já foi citado no tópico acima, prevenir é sempre a melhor opção quando o assunto são problemas na coluna. Por isso, invista em práticas para corrigir a sua postura e que fortalecem e alongam os músculos, a exemplo da ginástica holística.

Caso os sintomas sujam mesmo assim, é importante conseguir detectá-los o quanto antes, logo no início do desenvolvimento de alguma doença na coluna. Assim, as chances de evitar desconfortos e agravos no futuro são grandes.


O segredo é procurar ajuda de um médico assim que notar algo estranho. Esse profissional vai fazer o diagnóstico e selecionar o tratamento mais adequado para o seu caso, que pode incluir a medicação com analgésicos e anti-inflamatórios, uso de coletes, sessões de fisioterapia e, em quadros mais sérios, procedimentos cirúrgicos.


Agora que você já sabe mais sobre os sintomas de problemas na coluna, métodos de prevenção e como agir caso apresente algum deles, fique atento aos sinais do seu corpo. Assim, você estará preservando a saúde das suas costas — que é fundamental para sua qualidade de vida.




fontes: https://www.maissauderevista.com.br/saude-geral

https://saude.abril.com.br/medicina/dor-nas-costas-durante-o-isolamento-social-da-prevencao-ao-tratamento/


#dornascostas #spine #dorlombar #DrLuizPimenta #escoliose #cifose #hiperlordose #herniadedisco #artrose #cervicalgia #postura #doresnopescoço


24 visualizações

     LINKS RÁPIDOS

Dicas

Dia a Dia

Vídeos

Editorial - Quando operar?

 

REDES SOCIAIS

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • YouTube - Círculo Branco
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone SoundCloud

     CONSULTÓRIO

Rua Vergueiro,1.421, Sala 305 Torre Sul 

Paraíso São Paulo/SP

Cep. 04101-000


 

(11) 2936.8838 

(11) 5571.9933

Dr. Luiz Pimenta – Especialista em Cirurgia da Coluna Minimamente Invasiva

Visite também: IPC - Instituto de Patologia da Coluna - Cirurgia e Tratamento da Coluna

©Copyright © 2019. Dr. Luiz Pimenta                                                                                                                                                                                        Developed by ANBInfo